3 dicas da IBM de como revolucionar seu marketing usando IA

3 dicas da IBM de como revolucionar seu marketing usando IA

Quando falamos de tecnologia e inovação, não tem como não falar da IBM: a empresa foi uma das pioneiras no mercado da computação, e ainda é uma das mais importantes do mundo quando falamos de software, hardware, infraestrutura, hospedagem e consultoria envolvendo qualquer área da informática. E, claro, hoje a empresa também está na vanguarda da tecnologia que promete revolucionar o mundo nos próximos anos: a IA.

Mas antes de revolucionar todo o mundo como o conhecemos, a IA já tem capacidade para, hoje, revolucionar todo o marketing da sua empresa. Por isso conversamos com Mariana Lemos, Head de Marketing e Comms da IBM Brasil, que nos explicou 3 formas de como a IA irá mudar o mercado de marketing nos próximos anos.

Hiper Personalização

Segundo uma pesquisa recente feita pela própria IBM, 42% dos CMOs acreditam que a hiper personalização das mensagens é algo que precisa ser feito. Mas, ao mesmo tempo, muitas empresas chamam de “hiper personalização” o fato de apenas utilizar uma variável de “Nome do cliente” na comunicação – algo que é o nível mais básico da personalização de mensagens. 

Com o uso da IA para estudar a sua base de clientes e modificar rapidamente o seu conteúdo, é possível facilmente ampliar esse uso e chegar realmente em uma comunicação hiper personalizada de verdade, que vai adequar a sua mensagem de acordo com o perfil real do seu cliente. Isso quer dizer que você não vai mais apenas mandar a mesma mensagem pra todo mundo mudando apenas o nome de com quem você está falando, mas modificar tom de voz, argumentos de venda, quais características do produto que você pode destacar que irão interessar mais ao perfil do cliente, oferecer promoções distintas dependendo do tipo de cliente e em qual posição do seu funil de vendas ele se encontra, entre tantos outros fatores que permitirão que qualquer empresa tenha um marketing hiper personalizado de verdade.

E isso também não fica atrelado apenas ao e-mail marketing: a IA tornará muito mais fácil que essa hiper personalização também seja aplicada em postagens para as redes sociais e no oferecimento de experiências em eventos.

Melhor experiência para o cliente

Seja se você quer gerar novos leads, fidelizar seus atuais clientes ou melhorar a imagem da empresa no mercado, você precisa garantir uma boa experiência para qualquer pessoa que terá algum contato com ela – principalmente quando esse contato é de forma direta, como dentro de eventos. E uma das principais táticas da IBM é utilizar essas experiências para mostrar de forma clara o que são essas tecnologias e produtos que eles estão oferecendo ao mercado.

Um exemplo é como eles utilizam o Watson – a IA desenvolvida pela IBM – nos eventos em que participam: eles montam uma mesa de ping-pong onde todos os movimentos são monitorados pela IA, e ela conseguia não só prever com grande assertividade quem iria ganhar uma partida, como no final oferecia um relatório completo sobre como cada jogador se comportou. Depois, essa mesma tecnologia era mostrada sendo utilizada também em jogos de tênis profissionais, deixando claro que a IA estava preparada para ser utilizada tanto em coisas simples quanto em uma maior escala de complexidade.

Este tipo de experiência é importante para tirar o Watson do conceito do que é uma IA e mostrar, na prática, o que aquele produto pode fazer pelo cliente – e é exatamente essa prática que ajuda muitos deles a entender como esse produto pode ser aplicado para solucionar os problemas que eles possam ter.

Aumento da produtividade

Segundo uma pesquisa feita pela IBM, quase 90% dos profissionais de marketing acreditam que o volume de conteúdos que precisam ser gerados pelas empresas e agências irá dobrar nos próximos 2 anos. Neste cenário, o bom uso da IA pode ser o grande diferencial para quem precisa aumentar essa produção, mas não tem recursos suficientes para ampliar o investimento no time de criação.

Entre a necessidade de hiper personalização e o aumento do volume de conteúdos, a IA terá uma papel crítico nas equipes de marketing nos próximos 5 anos, e possivelmente será necessário treinar modelos de IA que não apenas saibam como criar e-mail marketing ou gerar imagens a partir de um banco de dados, mas que sejam experts na forma como a sua empresa se comunica com o seu público.

BÔNUS: Letramento do mercado

Não apenas a sua empresa precisa se preparar para o futuro com a IA, mas o seu público também precisa estar preparado para isso. Por isso, é importante não apenas começar essa implantação o mais rápido possível, mas também mostrar para o seu público como esta tecnologia está sendo utilizada e as vantagens que ela oferece para ele como cliente.

Compartilhe:

Não perca nenhum conteúdo!

Inscreva-se na newsletter do Innovation Hub Show

Não perca nenhum conteúdo!

Inscreva-se na newsletter do Innovation Hub Show

Faça parte da maior comunidade de tecnologia e inovação do país!

Siga o Innovation Hub Show nas redes sociais e onde você escuta seus podcasts.